25 DE NOVEMBRO: Dia Internacional pela não Violência Contra a Mulher

Ato unificado da CUT/SP e da Marcha Mundial das Mulheres acontece na Praça do Patriarca, às 16h

Escrito por: tatiana • Publicado em: 22/11/2011 - 18:10 Escrito por: tatiana Publicado em: 22/11/2011 - 18:10

Secretaria Estadual da Mulher Trabalhadora da CUT/SP 

Na próxima sexta-feira (25), a CUT/SP e a Marcha Mundial das Mulheres realizarão um ato unificado para marcar o Dia Internacional pela não Violência Contra a Mulher. A data teve o reconhecimento oficial da ONU em março de 1999. Porém, antes disso, o dia 25 de novembro já era lembrado pelo movimento internacional de mulheres. 

Durante o I Encontro Feminista da América Latina e do Caribe, realizado em 1981,  em Bogotá, na Colômbia, o dia 25 de novembro foi designado como Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher em homenagem a três irmãs ativistas políticas latino-americanas: Pátria, Minerva e Maria Teresa Mirabal. Elas foram brutalmente assassinadas pela ditadura de Leonidas Trujillo, na República Dominicana.

Em homenagem a esta data importante, CUT/SP e Marcha Mundial das Mulheres caminharão pelas ruas do centro, pedindo pelo fim da violência contra a mulher e realizando a entrega do informativo sobre a Lei Maria da Penha, importante conquista das mulheres brasileiras.

A concentração será feita a partir das 16h, na Praça do Patriarca, com caminhada pelo centro (Rua São Bento - XV de Novembro - Rua Direita). 

*Clique aqui e acompanhe também as informações sobre a campanha ??Quem ama, abraça?, que marca os 30 anos do Dia Internacional de Luta pela Não Violência contra as Mulheres e dos 20 anos dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

 

Título: 25 DE NOVEMBRO: Dia Internacional pela não Violência Contra a Mulher, Conteúdo: Secretaria Estadual da Mulher Trabalhadora da CUT/SP  Na próxima sexta-feira (25), a CUT/SP e a Marcha Mundial das Mulheres realizarão um ato unificado para marcar o Dia Internacional pela não Violência Contra a Mulher. A data teve o reconhecimento oficial da ONU em março de 1999. Porém, antes disso, o dia 25 de novembro já era lembrado pelo movimento internacional de mulheres.  Durante o I Encontro Feminista da América Latina e do Caribe, realizado em 1981,  em Bogotá, na Colômbia, o dia 25 de novembro foi designado como Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher em homenagem a três irmãs ativistas políticas latino-americanas: Pátria, Minerva e Maria Teresa Mirabal. Elas foram brutalmente assassinadas pela ditadura de Leonidas Trujillo, na República Dominicana. Leia também: Lei Maria da Penha completa 5 anos - Desde 2006, foram registrados cerca 430 mil relatos de violência na Central de Atendimento à Mulher Em homenagem a esta data importante, CUT/SP e Marcha Mundial das Mulheres caminharão pelas ruas do centro, pedindo pelo fim da violência contra a mulher e realizando a entrega do informativo sobre a Lei Maria da Penha, importante conquista das mulheres brasileiras. A concentração será feita a partir das 16h, na Praça do Patriarca, com caminhada pelo centro (Rua São Bento - XV de Novembro - Rua Direita).  *Clique aqui e acompanhe também as informações sobre a campanha ??Quem ama, abraça?, que marca os 30 anos do Dia Internacional de Luta pela Não Violência contra as Mulheres e dos 20 anos dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres.  



Informa CUT-SP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.